Notícias
Grandes bagres migradores: Dourada realiza migração de 4.000 km nos rios Amazônicos
Tags: , ,

A dourada (Brachyplatystoma rousseauxii) é considerada um dos grandes bagres migradores da Amazônia, que chega a medir 1,7 m e pesar 30 kg. Em ambiente dulcícola, a rota migratória da dourada é a mais longa do mundo.

De acordo com a teoria atual, a dourada começa sua migração no estuário do rio Amazonas, nada contra o fluxo do rio Amazonas em direção aos seus tributários, que tem suas cabeceiras na cordilheira dos Andes (Bolívia e Colômbia). A espécie nada aproximadamente 4.000 km até chegar nas cabeceiras, onde realiza sua reprodução.

As larvas geradas durante a reprodução ainda não têm força suficiente para nadar, então elas são levadas pelo fluxo do rio até o estuário do rio Amazonas, ou seja, mais 4.000 km. Quando chegam no estuário, elas já estão maiores (jovens) e passam alguns anos vivendo nessa área até terem idade suficiente para iniciar novamente a rota migratória da espécie.

54 3312-0985 / 3313-0087 | Rua Cesário Rosseto, 182 - Vila Lucas Araújo - Passo Fundo - RS | neotropical@neotropical.com.br